Diversidade e geração de valor

A diversidade proporciona benefícios tangíveis e intangíveis à organização

O escritor sueco Frans Johansson defende que um ambiente propício a inovações  pode ser criado quando se combinam conhecimentos de áreas diferentes em uma mesma organização. Para ele, existe um lugar em nossas mentes denominado intersecção.

A ideia por trás deste conceito é bastante simples: quando se entra em uma interseção de campos, disciplinas ou culturas, pode-se combinar conceitos existentes em um grande número de novas e extraordinárias ideias. E o nome dado por ele a esse fenômeno é Efeito Medici.

Os Medicis eram uma família bancária em Florença. Escultores, cientistas, poetas, filósofos, pintores e arquitetos convergiram para a cidade de Florença, graças ao patrocínio dessa família. Lá eles se encontraram, aprenderam uns com os outros e derrubaram barreiras entre disciplinas e culturas. Juntos, forjaram um novo mundo baseado em novas ideias – que ficou conhecido como Renascimento.

Nesta era de globalização econômica, muitas empresas estão se esforçando para alcançar a diversidade em sua força de trabalho, empregando trabalhadores de diferentes origens. A diversidade proporciona benefícios tangíveis e intangíveis à organização. Especialistas acreditam que grupos heterogêneos podem contribuir com ideias mais criativas, oferecendo às empresas uma vantagem competitiva.

A diversidade oferece perspectivas únicas, aperfeiçoando o processo decisório e reforçando a reputação da organização.

Um estudo de 2017 do Boston Consulting Group (BCG) constatou que “aumentar a diversidade de equipes de liderança leva a mais inovação e melhor desempenho financeiro”. Ao analisar 1700 empresas de 8 países diferentes, com tamanhos e segmentos variados, descobriu que aquelas empresas que possuem equipes gerenciais mais diversificadas têm receita 19% maior devido à inovação.

Em um estudo semelhante, a consultoria McKinsey identificou que equipes executivas com mais diversidade cultural e étnica são 33% mais propensas a entregar resultados acima da média. No nível do conselho de administração, as empresas com maior diversidade étnica e cultural apresentam 43% mais probabilidade de obter lucros acima da média, mostrando uma correlação significativa entre diversidade e desempenho. Podemos inflamar essa explosão de ideias extraordinárias e aproveitá-la como indivíduos, como equipes e como organizações.

Podemos fazê-lo reunindo diferentes disciplinas e culturas, buscando os lugares onde se conectam. Isso pode acontecer tanto em uma pessoa só, reunindo conhecimentos diversos, como em uma equipe, formada por gente que pensa completamente diferente entre si. O ideal é aprender tantas coisas quanto possível, sem ficar preso a uma maneira particular de pensar nessas coisas.

Andriei Beber

Andriei José Beber é Doutor em Engenharia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor do Programa de Cursos Conveniados da FGV Management e Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC. Conselheiro independente da Tecnisa e especialista nas áreas de Finanças, Gestão e Governança.

Quer saber mais ou entrar em contato com o Andriei? Clique aqui e visite o perfil dele no BoardPlace.

Avalie este artigo: 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas 5 

Você pode gostar...

X