Conselho de Família

Órgão responsável por manter assuntos de ordem familiar separados dos assuntos da organização
a fim de evitar a interferência indevida sobre a organização por assuntos de interesse
exclusivo da família. Os objetivos do conselho de família não se confundem com os do conselho
de administração, que são voltados unicamente para a organização.

Práticas:

a) Organizações de controle familiar devem considerar a criação de um conselho de família,
grupo formado para discussão de assuntos familiares e alinhamento das expectativas
dos seus componentes em relação à organização.
Instituto Brasileiro de Governança Corporativa 37
b) Cabe ao conselho de família:
i. a definição dos limites entre interesses familiares e empresariais;
ii. a preservação dos valores familiares (ex.: história, cultura e visão compartilhada) e
o tratamento da organização como fator de união e continuidade da família;
iii. a definição de critérios para proteção patrimonial, crescimento, diversificação e
administração de bens da família;
iv. a criação de mecanismos (ex.: fundo de participação) para a aquisição de participação
de sócios que desejem se retirar da sociedade;
v. o planejamento da sucessão, da transmissão de bens e herança;
vi. o acompanhamento da preparação dos membros da família para a sucessão
na organização, considerando os aspectos vocacionais, o futuro profissional e a
educação continuada;
vii. a definição de critérios para a indicação, se for o caso, de membros da família para
atuarem como colaboradores ou administradores.

Fontes:

Avalie este artigo: 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas  

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

X