Startup de governança corporativa recebe R$ 1,5 milhão para criação de produtos

Para Carone, o setor tem potencial para chegar em R$ 1 bilhão só no Brasil

Atlas Governance, startup de governance tech, recebeu um aporte no valor de R$ 1,5 milhão destinado à ampliação da equipe e à criação de novos produtos e estratégias de retenção de customer success.

“Nosso software permite que as informações possam ser acessadas instantaneamente em qualquer dispositivo, a qualquer hora e em qualquer lugar”, diz Eduardo Carone, sócio-fundador e CEO da Atlas. “Nós automatizamos e trazemos agilidade à gestão e administração de toda a rotina de Conselhos e Comitês, desde o agendamento da reunião até o monitoramento da implementação do que foi nela decidido. Economizamos um tempo relevante dos conselheiros e da equipe de governança”.

 

Atualmente, a startup conta com 35 clientes de grande porte, e tem expectativa de chegar a mais de 180 até o fim do ano. Dentre as empresas conhecidas estão Riachuelo, Cyrela (CYRE3), Shopping Iguatemi (IGTA3), CVC Turismo (CVCB3), Even (EVEN3) e tantas outras.

Para Carone, o setor tem potencial para chegar em R$ 1 bilhão só no Brasil, entre conselhos de administração e dos comitês de empresas privadas, públicas, fundos de pensão, bancos, instituições sem fins lucrativos, associações e cooperativas. Os pacotes de uso partem de R$ 24 mil ao ano para um grupo composto por 25 pessoas, e pode diminuir ao passo que o volume de usuários cresce.

FONTE:

Avalie este artigo: 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas  

Você pode gostar...

X